top of page
Head_blog.jpeg

Blog

  • DCRFuncional

Sente-se stressado? 8 Estratégias para lidar com o stress

O stress é uma das palavras que mais usamos para descrever o nosso dia-a-dia. Quando sentimos que não temos grande controlo ou que temos demasiadas coisas para fazer, é possível sentimos-nos stressados. Mas quando isso acontece durante longos períodos de tempo, podemos desenvolver situações como a depressão ou a ansiedade. Sugerimos algumas estratégias que pode utilizar para lidar com o stress.





Apesar de invisível, o stress tem um peso elevado. Ignorar o stress no trabalho ou no quotidiano pode levar a sérias complicações de saúde, com o declínio do sistema imunitário, o aumento da pressão arterial e da suscetibilidade a doenças do coração.

O que é o stress?

O stress é a resposta natural do nosso corpo ao sinal de ameaça. Diferentes situações ou acontecimentos podem causar stress. É, normalmente, desencadeado por algo novo ou inesperado e que, de alguma forma, foge ao nosso controlo. Inicialmente, o stress pode ser positivo, contudo quando em exagero, deixa de ser proveitoso e começa a prejudicar gravemente a saúde, a alterar o humor, a produtividade, os relacionamentos e a qualidade de vida, em geral.

Quando somos expostos a stress são ativadas determinadas hormonas no nosso corpo que ativam uma resposta do sistema imunitário de autodefesa denominada “luta ou fuga”. Durante essa resposta, o batimento cardíaco aumenta, a respiração é mais rápida, os músculos contraem e a pressão arterial aumenta. Deste modo, o organismo está pronto a agir e a impedir que nos magoemos.

O corpo está desenhado de modo a lidar com pequenas quantidades de stress, sobretudo canalizadas para um único momento. Não estamos, no entanto, preparados para lidar com o stress a longo prazo, de forma continuada. Podemos ficar cansados, sem capacidade de resposta. E o corpo pode sofrer com isso.


O que sente?

O stress pode afetar-nos a vários níveis. Uma vez que cada um de nós lida com o stress de forma diferente, os sintomas são variáveis. Pode ser benéfico em determinadas ocasiões. No entanto, quando é constante, torna-se crónico e pode conduzir a problemas sérios de saúde.


Como reage o corpo?

O corpo pode reagir de várias formas ao stress.


Problemas físicos:

Podem surgir problemas gastrointestinais, taquicardia, sensação de falta de ar, tonturas, sudorese (suor excessivo), tensão arterial elevada, problemas cardiovasculares, enxaquecas, fadiga profunda e crónica, dores e tensão muscular, alterações do sono (sobretudo insónia) e do apetite e fragilização da resposta imunitária.


Problemas emocionais:

A nível psicológico pode manifestar sentimentos como tristeza, apatia, anedonia (perda da satisfação e interesse em realizar atividades que anteriormente eram consideradas agradáveis), alienação, frustração, raiva ou revolta, tédio, pode sentir-se sem esperança. perder o orgulho e o sentimento de pertença, sensação de injustiça e falta de recompensa, irritabilidade, ansiedade, depressão e baixa autoestima.


Problemas comportamentais e sociais:

O stress pode afetar a comunicação impessoal, atitude crítica, causar sentimentos de evitamento, impulsividade, reatividade e agressividade. Pode levar ao abuso ou aumento do consumo de substâncias (tabaco, álcool, drogas, medicação), automedicação, isolamento, relações distanciadas ou com menor envolvimento e empatia, maior sarcasmo ou cinismo nas relações e problemas de relacionamento familiar ou menor convívio com amigos.


Problemas laborais:

Pode também afetar a vida profissional, levando a atrasos, absentismo, baixas médicas, maior número de erros no trabalho, menor tempo na prestação de serviços e menos cuidada, baixa realização profissional, vontade de desistir do trabalho e menor produtividade e eficácia profissional.


8 Estratégias para lidar com stress

Por todos as consequências enumeradas em cima é necessário experimentar algumas estratégias que nos ajudem a lidar com o stress de forma saudável. Deixamos-lhe uma sugestão de 8:

  1. Repense a rotina e estabeleça prioridades;

  2. Identifique rotinas de autocuidado - ao nível do sono, da alimentação e do exercício físico;

  3. Aprenda a descansar e a fazer pausas;

  4. Treine a respiração diafragamática;

  5. Escreva sobre os pontos gratificantes do seu dia a dia;

  6. Estruture o seu dia, procurando atividades que lhe dêem prazer ou que sejam gratificantes;

  7. Anote as tarefas que concluiu;

  8. Faça meditação.

No entanto, se os seus sentimentos de stress e ansiedade forem excessivos e persistentes, deverá pedir ajuda.

Comments


bottom of page